Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




CABIDE Nº2

23.01.15

image.jpg

Teatro da Trindade, Lisboa

7 e 8 de Fevereiro de 2015

 

Sábado, 7 de Fevereiro

 

14h30
EDITORIAL


14h45
O MEU CHARLIE É MAIOR DO QUE O TEU
Quem continuará a ser Charlie um mês após o ataque terrorista ao Charlie Hebdo?
Por João Miguel Tavares


15h45
E SE OS MUROS FALASSEM?
Entrevista de João Paulo Baltazar a Manuel Graça Dias.


17h
PORTUGAL ENTRE QUATRO MUROS
Lei, ideologia, economia e ignorância.
Por António Macedo Vitorino


17h30
A CORTINA DE GORBACHEV
Três décadas depois de alcançar o poder (11 de Março de 1985), qual o papel que ainda reservamos ao histórico líder soviético? Debate entre Diogo Freitas do Amaral, autor do livro "Glória e Tragédia de Gorbachev", e Armando Marques Guedes.


19h
A QUEDA DE UM MURO
Crónica sobre os limites da filosofia. Por Filipa Afonso


21h30
EXIBIÇÃO DO FILME "O VIGILANTE"
Vencedor da Palma de Ouro em 1974, "O Vigilante", de Francis Ford Coppola, é o filme escolhido por Pedro Mexia para responder à pergunta de capa da Cabide nº2.

 

Domingo, 8 de Fevereiro

 

14h30
CONFRONTO DE NOVOS MUROS
Os recentes acontecimentos na Ucrânia como ponto de partida. Debate entre José Milhazes e Filipe Pathé Duarte.


15H15
PALAVRAS DE DIVISÃO
No mundo em que vivemos, o que significa muro? E muralha, cortina, fronteira, separação? Crónica de Carla Hilário Quevedo.

 

15h45
CURIOSOS DA VIDA, ESPREITEMOS A TODOS OS MUROS
José Tolentino Mendonça recupera uma conversa de Jacques Lacan, "Eu falo aos muros", e glosa livremente as associações de palavras que o autor faz entre muro (mur), espelho (miroir) e amor (amour). Fotografias de José Pedro Cortes.

 

17h00
A EUROPA CORTADA AO MEIO
Crónica de Rui Tavares.

 

17h45
MURO, FENDA, JANELA, PORTA, SIM, NÃO
Ensaio inédito de Gonçalo M. Tavares.

Autoria e outros dados (tags, etc)